Conheça os tipos de Peeling

Conheça os tipos de Peeling

 

Qual é o melhor tipo de peeling para nossa pele, por exemplo? Os tratamentos não são tão simples, exigem cuidados e conhecimento, mas também não é algo fora da realidade financeira da maioria. Basta procurar um bom especialista na área. Assim, você terá a orientação certa para o seu tipo de pele e verá qual o melhor tratamento para você. Aproveite, pois o inverno é ideal para realizar esse tipo de técnica.

Conheça os tipos de Peeling

 

 

CONHEÇA OS TIPOS DE PEELING

O peeling pode ser de três tipos:

Químico – Feito através do uso de substâncias químicas;
Mecânico – Com receitas caseiras, aparelhos de microdermoabrasão ou lixas de ponta de diamante;
Físico – A laser.

Cada tipo tem uma ação diferente, sabia?

O peeling superficial é indicado para manchas leves, poros dilatados e sardas;
O peeling médio é adequado para manchas, cicatrizes de acne, rugas finas e peles envelhecidas pelo sol;
O peeling profundo, por sua vez, é perfeito para peles muito envelhecidas, com muitas manchas e cicatrizes de acne.

ENTENDA CADA TÉCNICA DE PEELING

PEELING QUÍMICO

Esse tipo de peeling consiste na aplicação de um agente esfoliante de profundidade variável. Sua finalidade é rejuvenescer a pele, melhorar sua textura, cor e suavizar as rugas. Deve ser realizado com acompanhamento médico e exige cuidados especiais durante e após o tratamento.

Recuperação – Em média 5 a 7 dias para recuperação do peeling de média profundidade, por exemplo. Durante esse tempo não há dor, mas a pele fica bastante avermelhada. Como a pele fica sensível à luz por várias semanas, é muito importante manter-se afastado da exposição solar forte, até mesmo da luz artificial dentro de casa, de computadores, usar sempre filtro solar.

Peeling Químico com Ácido Retinóico

O peeling de ácido retinóico continua sendo uma das grandes armas no combate também às estrias. O peeling ácido retinóico promove uma descamação superficial e constante da pele, renovando-a e favorecendo a formação de colágeno, levando a uma significativa melhora na aparência da pele.

Peeling Químico com Ácido Glicólico

Geralmente é utilizado para tratamento da face, pescoço e mãos. O ácido glicólico é cuidadosamente aplicado sobre a pele, deixando a mais macia e com menos rugas após o tratamento. É excelente não só para o tratamento dos efeitos nocivos do sol — como aparecimento de rugas precoces e manchas na pele — mas também para o tratamento da pele com acne e estrias.

Peeling Químico com Ácido Salicílico

É utilizado em solução alcoólica a 35% por cerca de 5 minutos, seguida de neutralização com água, e é indicado para clareamento da pele, atenuação de rugas e tratamento de comedões. A descamação se inicia entre o 4º e 5º dia, prolongando-se por cerca de 10 dias, com eritema e edema mínimos, podendo ser repetidos entre 2 a 4 semanas.

 

Conheça os tipos de Peeling

PEELING MECÂNICO

Em casos muito difíceis esta é a opção indicada, como por exemplo quando há cicatrizes de acne muito profundas. Pode-se associar ao processo químico para melhora dos resultados.

Peeling de Cristal

Utilizado para o rejuvenescimento facial, estrias, cicatrizes de acne e peles flácidas e foto envelhecidas. Deixa a pele sedosa e com mais brilho e vida. Neste procedimento sãoutilizados cristais de óxido de alumínio que possuem propriedades desinfetantes e coagulantes. Pode ser utilizado na face, mãos, pernas, coxas, costas e braços. Atenção sempre a escolha do profissional.

Peeling Amazônico

Elaborado a base de raízes e folhas de plantas da flora brasileira, é rico em enzimas de frutas tropicais e ácidos orgânicos, formando um peeling seguro e eficaz, de ação enzimática, química e mecânica. Atua sobre os tecidos mortos, garantindo segurança durante a aplicação, podendo ser mais agressivo ou menos dependendo do objetivo do especialista e do paciente. Indicado para rugas finas ou profundas, pele ressecada e áspera, acne e cicatrização da acne e manchas. A vantagem desse peeling é que ele não não deixa a pele descascada, irritada e com vermelhidão intenso.

Peeling de Diamante

Como no peeling de cristal, atua como microdermoabrasor, mais indicado para peles espessas, pois a abrasão é de maior intensidade. É feita uma remoção da camada mais externa da pele, sem deixá-la vermelha ou irritada, já sendo possível notar a maciez e a melhora do tônus e textura de sua pele. O aumento da produção de colágeno ocorre pelas sessões consecutivas, pois se deve a ação contínua do estímulo de renovação das células da pele. Também é usada no tratamento de cicatrizes de acne, quelóides e cicatrizes cirúrgicas.

PEELING A LASER

O princípio é o mesmo daqueles peelings realizados com ácidos, embora o laser atue mais fundo e mais rápido. A incidência do feixe de luz sobre a pele do rosto remove a camada superficial da pele e também promove uma escamação em profundidade, reativando as fibras de colágeno. Isso resulta em pele nova, mais firme, sem manchas e rejuvenescida. A intervenção, também conhecida como “resurfacing”, dura cerca de 1 hora e meia, bem mais que uma sessão com ácido, que fica em cinco minutos, mas o custo é bem mais alto, chegando a ser até 20 vezes mais caro que o peeling químico. O preço médio da sessão de um peeling a laser varia entre R$200 e R$300,00.

Laser Ablativo

É destinado ao tratamento de rugas, cicatrizes de acne e alterações benignas da pele, por meio da remoção da superfície cutânea de maneira controlada e precisa. Sua aplicação não queima a pele e remove camada por camada de tecidos até sua eliminação completa. Por ser uma técnica de precisão, permite excelente resultado cosmético em curto período de recuperação (menor período de convaslencência – downtime).

 

Conheça os tipos de Peeling

Peeling a Laser com Luz Pulsada

A luz pulsada de alta energia age na epiderme e derme removendo vasos e manchas, ao mesmo tempo em que estimula a fabricação de novo colágeno, que também se reorganiza (fibras pré-existentes). Conseqüentemente há uma melhora global do aspecto cutâneo, em relação a viço, textura e uniformidade de cor.

O tratamento de rejuvenescimento com luz pulsada é feito, em média, de quatro a seis sessões (com intervalo de três a quatro semanas entre cada uma), podendo ou não ser intercalado com sessões de peelings superficiais. Os resultados são garantidos.

DICAS: Antes de contratar o profissional que vai realizar um tratamento em sua pele, certifique-se sobre seus conhecimentos e experiência para aplicação da técnica para evitar riscos posteriores, independente do tipo de procedimento que você escolher.

Não compre pacotes baratos em sites na internet. Pesquise, conheça clínicas e os profissionais pessoalmente antes de fechar qualquer tratamento. Lembre-se: é a sua saúde e a sua aparência que está em jogo. Tratamentos estéticos exigem especializações e experiência. Um profissional que cobra muitíssimo barato pode não oferecer aquilo que você está almejando.

Fonte do artigo Portal em Forma

Comentários
Conheça os tipos de Peeling

Deixe uma resposta