Conheça o Ceará, do Mar à Serra

Conheça o Ceará, do Mar à Serra

Um dos estados mais visitados do Brasil, o Ceará é conhecido por suas belas praias e pela quantidade de dias ensolarados – praticamente o ano todo. Mas acredite, o Ceará oferece lugares para aqueles que gostam de frio, as serras cearenses fazem sucesso. Esse estado nordestino é mais que suas belezas naturais, é também um lugar cheio de riquezas culturais e históricas. Conheça o Ceará e o que ele oferece do mar à serra.

Conheça o Ceará, do Mar à Serra

Conheça o ceará 

Há 184 municípios cearense, os mais conhecidos e/ou importantes são: Fortaleza – a capital-, Caucaia, Maracanaú, Sobral, Juazeiro do Norte, Crato e Jijoca de Jericoacoara.

Litoral

O Ceará tem 573 km de litoral. A geografia da faixa costeira cearense é bem diversificada, há praias com dunas, coqueirais, falésias e áreas de manguezal. As praias do Ceará são famosas, mas as de Praia de Jericoacoara e de Canoa Quebrada têm fama internacional. Além dessas duas, há outras, com fama mais regional, dentre elas se destacam: a Praia de Icaraí, Cumbuco, Baleia, Flecheiras, Morro Branco.

Jeri é tão bela que merece um artigo só para ela. Já estamos preparando.

Conheça o Ceará, do Mar à Serra
Pedra Furada em Jericoacoara – Wikipédia

Essas características do litoral alencarino, aliadas às altas temperaturas no litoral, favorecem o turismo. Tornando o Ceará é um dos destinos mais procurados pelos turistas na alta estação.

Do lado de Fortaleza está o Beach Park, complexo turístico que fica na cidade de Aquiraz. Além do seu famoso parque aquático – o maior da America Latina-, o complexo conta com praias, resorts, restaurantes, e muitas outras atrações.

Serras

Não é só calor e praia que o Ceará tem para oferecer. Existem algumas regiões com formações de relevo relativamente altas. Duas fazem sucesso, principalmente, entre os cearenses que querem “fugir do calor: Serra de Guaramiranga e Serra Grande. As temperaturas oscilam entre 15ºC e 25ºC. Não são tão frias como em outros lugares do Brasil, mas para os padrões cearenses é nível “pólo norte”.

A Serra de Guaramiranga fica bem próxima de Fortaleza e compreende 12 municípios. Há diversas opções para a prática de esportes radicais e trilhas ecológicas. É uma região com muitas cachoeiras. Além disso, tem construções (igrejas, conventos, mosteiros) de grande valor histórico.

A cidade de Guaramiranga se tornou um pólo regional de turismo para quem quer tranquilidade no período do Carnaval com o Festival de Jazz e Blues de Guaramiranga. O evento acontece desde 2000 e conta com a participação de artistas nacionais e internacionais do jazz e blues. Após o carnaval, o Festival “desce” a serra e vai para Fortaleza.

Conheça o Ceará, do Mar à Serra
Guaramiranga – imagem: TripAdvisor

Outra região fria do Ceará é a Serra Grande. Localizada no noroeste do estado, a cerca de 330 km de Fortaleza, a Serra Grande abrange 9 municípios. Na Serra de Ibiapaba, como também é conhecida, o clima é ameno e favorece para que a região seja uma grande produtora de frutas, flores e hortaliças. É lá que fica a maior plantação de rosas do Brasil.

O potencial turístico é grande, lá se encontram o Parque Nacional de Ubajara e também o sítio histórico de Viçosa do Ceará. A região encanta os turistas por suas cachoeiras e grutas. Nas cidades da Serra Grande, é possível praticar voo livre, trilhas ecológicas e tirolesa. Um paraíso para os amantes do turismo radical e da natureza. Em Ubajara, você pode andar no teleférico e ter uma visão deslumbrante da Serra de Ibiapaba. Assim como na Serra de Guaramiranga, na Serra Grande há muitas construções históricas.

Conheça o Ceará, do Mar à Serra
Ubajara – imagem: Rotasbr

Outra atração é a Bica de Ipú, que foi retratada na obra Iracema de José de Alencar.

Conheça o Ceará, do Mar à Serra
Bica de Ipú – imagem: Panoramio

Fortaleza

A capital cearense é uma cidade rica, não apenas financeiramente, mas tem muito a oferecer que vem visitá-la. É em Fortaleza que se concentra o maior número de atrações artísticas do estado. O Ceará é conhecido por ser “exportador” de humoristas. Foram daqui que saíram grandes talentos como Chico Anysio, Renato Aragão (Didi), Tom Cavalcante e Tiririca. Praticamente, todas as noites têm atrações de humor em algum lugar da capital. O Ceará é o melhor lugar para se divertir. O cearense é acolhedor e tem o humor no sangue.

Outros tipos de diversão podem ser encontrados em Fortaleza. Frequentada por turistas o ano todo, Fortaleza vem ganhando destaque em dois períodos do ano: Carnaval e Réveillon. No carnaval, a cidade atrai pessoas que querem tranquilidade. Há alguns anos, Fortaleza ficava praticamente deserta (os fortalezenses e turistas iam para as praias do litoral leste ou oeste), mas nos últimos anos o carnaval de rua tem se popularizado. Alguns pontos da cidade, como o Mercado dos Pinhões, lotam no período.

Conheça o Ceará, do Mar à Serra
Virada na Beira-Mar – imagem Jornal O Povo

No réveillon acontecia algo parecido, antes, Fortaleza, provavelmente, era uma das últimas opções quando se procurava um lugar para passar a virada. Agora, já é considerada a segunda maior festa do país, perdendo apenas para o de Copacabana. Na passagem de 2016-2017, 1,2 milhão de pessoas na Beira-Mar viram a maior queima de fogos do Brasil.

Transporte e deslocamento

Para vir ao Ceará é muito fácil, tem voos diretos ligando Fortaleza às principais capitais brasileiras e a alguns destinos internacionais. Outra opção é vir de ônibus. Não comentaremos sobre isso porque a melhor opção vai depender muito de onde você mora. Vamos falar sobre o deslocamento dentro do Ceará.

Em 2009, o Governo do Ceará criou uma nova regulamentação para melhorar o transporte rodoviário. A partir daquele momento, todos os ônibus deveriam operar com ar-condicionado, e as linhas se dividiriam em três categorias: convencional, executivo e leito. As duas primeiras estão presentes em quase todas as linhas. Basicamente a principal diferença entre as duas é o número de paradas durante o trajeto. O executivo tem bem menos paradas.

Aqui vai a lista das empresas que atuam nos destinos (partindo de Fortaleza) citados neste artigo.

Fretcar: Jericoacoara, praias do litoral oeste, Guaramiranga e cidades próximas;

Expresso Guanabara: Cidades da Serra Grande;

São Benedito: Canoa Quebrada (Aracati) e praias do litoral leste.

Já em Fortaleza, o deslocamento pode ser complicado, já que a capital cearense é a quarta cidade mais engarrafada do Brasil. Entretanto, existem algumas alternativas que podem amenizar tal transtorno. Em alguns pontos da cidade existem faixas exclusivas para ônibus, e também para ciclistas, dando agilidade no deslocamento desses veículos. O sistema de ônibus é eficiente, o usuário pode rodar toda a cidade com apenas uma passagem, fazendo integração com os terminais. Você pode ver as rotas dos ônibus aqui ou utilizar o Google Maps. Além disso, há estações de bicicletas e carros compartilhados em pontos estratégicos da cidade.

Quando vir?

Uma dica final. Dependendo do seu estilo, existe o melhor período para vir ao Ceará.

Quer aproveitar a serra e o friozinho? Venha nos primeiros meses do ano, pois chove muito até abril, mais ou menos, possibilitando aquelas cenas lindas que o clima frio oferece.

Quer praia e sol? Tem que vir na segunda metade do ano. Nesse período, raramente chove e o céu está limpo, quase nenhuma nuvem.

Que tal incluir o Ceará no seu roteiro de viagem para o próximo feriado ou férias?

Artigo: Equipe de edição do nomundodamulher.com

Comentários
Conheça o Ceará, do Mar à Serra

Deixe uma resposta