O risco dos antitranspirantes comuns

O risco dos antitranspirantes comuns

O grande risco dos antitranspirantes comuns

Atualmente, o alumínio é encontrado em diversos produtos de beleza e higiene de uso diário, como é o caso da maioria dos antitranspirantes.

O risco dos antitranspirantes comuns

Sabemos que o alumínio deposita-se no cérebro, aumentando o risco de Alzheimer, além de desequilibrar o mecanismo do cálcio nos ossos, aumentando também riscos de desenvolvimento de osteoporose.

Outros distúrbios vêm sendo estudados como possíveis decorrências do excesso de exposição ao alumínio:

+ Afeta o metabolismo do fósforo, cálcio e magnésio
+ Dores ósseas
+ Fadiga
+ Ansiedade
+ Cefaléia,
+ Irritação gastrintestinal
+ Encefalopatia pós-diálise

Mas o problema não para por aí, infelizmente.

Os parabenos, conservantes químicos encontrados em quase todos os cosméticos e produtos de higiene corporal, também são alvos de críticas.

Um estudo detalhado das mulheres com câncer de mama, publicado na edição de janeiro de 2012 no Journal of Applied Technology, encontrou parabenos em quase 100% dos tumores cancerosos de mama analisados.

A médica PhD Philippa Darbre, endocrinologista e especialista em câncer de mama, já havia alertado sobre o risco em 2004 quando descobriu a presença intacta de parabeno em amostras de tumores de mama.

Para ela, o fato de haver parabeno nas células cancerosas, significa que parte dele não foi processada e pode ficar retido nos tecidos do corpo humano.

Além disso, um estudo de cientistas da Universidade de Keele (centro da Inglaterra) aponta a possibilidade de que o uso frequente de desodorantes com efeito antitranspirante (mais especificamente, contendo derivados de alumínio) ocasione casos de câncer de mama.

 

O risco dos antitranspirantes comuns

Conheça a linha protege da Loja Piatan

Este assunto, assim como a maioria dos que trato por aqui, é polêmico e gera divergências dentro da comunidade científica. Apesar dos estudos e indícios, o parecer técnico divulgado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) ainda nega que os sais de alumínio presentes nas fórmulas de antitranspirantes estejam ligados à incidência de câncer de mama.

Bem, a reflexão e a decisão será sua. O fato de EXISTIREM INDÍCIOS de que o uso prolongado de produtos estéticos (em contato com a pele, para piorar, onde a absorção é muito mais rápida) com a presença de substâncias que podem provocar uma doença tão séria quanto o câncer de mama, além dos estudos QUE COMPROVAM que o acúmulo de alumínio no organismo causa tantos malefícios à saúde não faz com que ao mínimo se questione: vale o risco?!

“Esse dotôzinho tá é maluco, vou parar de usar desodorante então???”

Claro que não!! Ora… felizmente vivemos em uma época na qual existem OPÇÕES e ESCOLHAS.

Afirmar que, para não se expor aos inúmeros riscos da contaminação por alumínio e parabenos signifique deixar de usar antitranspirantes é, no mínimo, ignorante! Existem no mercado linhas próprias para o mesmo fim que são livres de substâncias nocivas, sendo alternativas muito mais naturais e saudáveis. Basta o interesse de procurá-las.

 

 

O risco dos antitranspirantes comuns

 

O próprio Leite de Magnésia é uma ótima opção e ainda mais natural!! O magnésio alcaliniza o ambiente axilar e impede em absoluto a produção de odor causada pela acidez (derivada da proliferação de bioagentes).

Para utilizá-lo, basta reutilizar uma embalagem vazia de roll-on ou aplicá-lo com algodão. Solução PRÁTICA, BARATA E SEGURA. Por fim, como já citei acima, a decisão será sempre sua!!

Conheça o desodorante PROTEGE sem alumínio da Piatan

Acredito que tudo que possamos fazer no sentido de evitar riscos e que sejam práticas e factíveis, vale a pena, afinal, não possuímos bem maior que a saúde.

( Texto do Dr Victo Sorrentino – O grande risco dos antitranspirantes comuns)

Comentários
O risco dos antitranspirantes comuns

Deixe uma resposta